17 de set de 2012

Desejar!



      Ainda não consigo entender o que tudo isso significa. Quando te vejo meu corpo estremece, meu olhar me trai, minhas mãos gelam, meu coração dispara e sinto um arrepiar pleno em segundos. Não sei o que é isso, mas sei que me faz perder o controle. Onde está toda minha autoconfiança agora? Cadê o meu orgulho que me impede de demonstrar meus sentimentos?       Você pode errar, se atrapalhar e cometer faltas comigo e eu mesmo assim me sinto presa a você. Sentir o seu toque, mesmo impedido por uma grossa camada de tecido me faz surtar. Quando escuto a sua voz.. ah a sua voz. Eu perco todos os limites. A noção de tempo e espaço se vai. A gravidade parece não ser aplicada a mim. Sou tão resistente a suas investidas, sou tão forte a sua intervenção, mesmo sabendo que isso não vai durar.       Até quando? Até quando me farei de forte e irei fingir que não me importo com o que você pensa, fala e faz em relação a sua vida. Meu nome pronunciado pelos seus lábios me acalma. Consigo ouvir a sua voz rouca mesmo a distância. Sinto seu abraço por meio de pensamentos, sinto a sua presença em meus sonhos.
      O quão errado pode ser? Sonhar com o impossível, sonhar com você.Sinto uma necessidade louca de te ter para mim, de te consertar e te tornar exemplo. Queria por um segundo acreditar que milagres assim acontecem, mas sei que no fundo ainda resta algo parecido com fé. Não quero traçar um futuro, nem criar falsas expectativas. Enquanto isso banco a difícil, a que não se importa. Permanecerei aqui até que algo me mate, imóvel até que o tempo nos separe de novo.       Espero que seja feliz e sorria todos os dias, que realize seus sonhos e tenha um futuro brilhante. Que ninguém te magoe assim. Esteja sempre bem, porque eu sei que o tempo vai passar para mim e um dia nós poderemos sorrir um pelo outro.