16 de jul de 2012

Observar


      Suas indecisões giravam em sua mente perturbada. O doce sorriso que antes estampava seu rosto deu lugar a um olhar opaco e uma linha horizontal, não havia nenhuma emoção presente em seu rosto. Todos a sua volta admiravam e buscavam um traço de humanidade que fosse. Seu cabelo não era nada chamativo, nem fugia do comum. Seus traços eram envoltos por uma pele rosada. Ela era simples e tão comum. O que chamava atenção para aquela garota, o que atraia entre todos ali era o seu jeito. Tão fria e distante que parecia inalcançável, e era. 




      O liquido quente e doce era o único vicio que restara a ela. Propósitos novos, vida nova. Ela determinou missões, já escolheu o seu futuro. Surpresas sempre acontecem mas ela está disposta a fazer com que sua vida seja monótona e totalmente chata.
      Os olhos castanhos se viravam de forma discreta e disfarçadamente por baixo dos cílios para observar tudo o que estava a sua volta. A menina de cachos dourados e vestido azul céu que segurava na mão da mãe, aquela confiança e carinho transmitido pelo encontro do olhar das duas. Os casais inclusive aquele mais distante cuja menina era nova de mais porém ele não era tão velho assim, e como o sorriso de ambos se encaixavam. As mulheres sempre apressadas e entre elas, aquela mais forte, com um terno e uma pasta, que passava com passos largos e rápidos enquanto discutia com veemência no telefone. Mas o que mais chamou atenção mesmo foi um casal de velhinhos bem longe, o senhor segurava a mão da companheira e carregava sua bolsa, enquanto ela recostava seu rosto marcado pelo tempo no ombro do fiel companheiro de toda uma vida.
      A garota paralisou seu olhar ao encontrar aqueles dois ao fundo de sua visão. O cabelo grisalho dos dois juntos se tornou tão perfeito vendo a distância. Ela chegou a pensar que seria uma boa meta, porém seria a mais difícil. Não a colocou em sua lista e nem marcou em seus pensamentos, ela a determinou de forma mais forte. A garota estampou em seu coração, agora nem o tempo a faria esquecer das letras ou das ideias, era um fato a ser encontrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário