1 de jul de 2011

Incognita


Se você realmente olhasse em meus olhos veria como eles brilham. O jeito como me observa marca meu passado, meu eu presente ignora aquelas antigas ações. Entendo que simplesmente queira viver, agora eu já não me dou a esse luxo. Eu estou seguindo, não para o meu tão sonhado encontro, caminho pra minha vida. Sem certo ou errado, sem decisões eu vou seguindo. Pessoas me abraçam, sorriem pra mim, posso sentir o orgulho delas sobre minha pele. Minha superfície macia e marfim se arrepia, elas realmente estão orgulhosas por algo que fiz, mas pra mim não é o suficiente. Se esse é o nosso adeus, tenho muito que te agradecer.
Meu coração realmente está preenchido, e por você sorriso maroto, ele nunca se esvaziou. Tempo de mais se passou e fiz coisas que não eram do meu feitio então até quem sabe aonde. Você realmente aprendeu a me prender a você. A chuva cai, o vento sopra lembre-se que sempre estive ai. Seguro com força o volante, sinto a estrada ir cada vez mais rápido abaixo dos meus pés, eu estou seguindo o meu verdadeiro caminho. Você é uma doce incógta permanente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário