30 de out de 2010

Êxtase

A musica ensurdece meus ouvidos, tudo gira, os cheiros e calores se misturam, meu corpo se contorce em movimentos não planejados, eu me liberto, a musica me liberta. Meu sorriso cresce enquanto admiro os olhos vidrados em mim e em meu corpo, nada quero, não sinto vontades e nem mesmo falta, eu quero me libertar e esquecer. O copo em minha mão que esvazia pela 5ª vez muito rápido, minha mente tenta correr e só me vem àquela ausência em mim mesma, quero voar, quero-me sentir livre. Meu corpo reage ao nível de álcool encontrado, minha alegria e euforia em plena pele, meus olhos com brilho intenso, aos olhos que me vigiam, as mentes que me acompanham eu só digo que nem uma tem as idéias as quais idealizo, as memórias que procuro saber,o pensamento que tento entender. Meu corpo vai de acordo com o tom, e minha mente tenta viajar em um mundo sem essa tentação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário