2 de set de 2010

Eis o prometido

Será que ela não tem coração? Sua cabeça girava em torno de perguntas que não havia resposta.
-Tenta entender Thiago, tudo que eu quero agora é me encontrar sozinha.
A voz dela que antes soava como sinos que o encantava, agora o partiam pela metade como se ela não tivesse sentimentos.
-Porque Marina? Tudo que eu quero é uma chance.
Mas a decisão havia sido tomada e ele sabia disso, promessas não cumpridas, sonhos não vividos, eram esse o caminho a se seguir, ela o decidira.
-Desculpas Thiago, mas pra nós nunca houve hoje e não pode haver amanha.
O combinado mal comprido, o exigido sem resposta satisfatória, eles seguem seus caminhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário