30 de set de 2010

Promessa quebrada


A dor da agulha traçando o desenho a dava êxtase, seu corpo se enchia de prazer. Mais uma promessa quebrada, mais um laço rompido e assim seria até sua ultima jura. Agora ela se completava sozinha e a aqueles que desejem ser seu yin ela só lamenta, ele já fora ocupado pela sua própria razão.
O gosto de todo aquele momento a fazia rir, a dor do sangue em gotas deixando sua veia, o barulho agonizante feito pela agulha, aquele era o seu momento, ela estava traçando o seu destino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário