18 de jun de 2011

Aonde você está agora?


"Tornou-se tão insensato sorrir longe de você. Todas as freqüências que escuto ou sinto, parecem ser distantes de nós. Queria ter todas as respostas embora tudo me pareça irreal. Meus olhos negros descansam e procuram a calmaria. O inverno parece realmente tão distante, mas posso sentir o frio na minha pele, o arder em meus olhos, o congelar dos meus lábios. Minha mente vaga e me leva a um lugar aonde uma lareira acesa me aquece de forma incessante. Se for um sonho, não me acorde, se for real eu também preciso de respostas. Enquanto nada descubro, navego em um rio fundo e sombrio. Eu desejo um sorriso que não encontro. Onde você está agora, meu sorriso maroto? Espero não navegar no rio errado, e quem sabe ainda sentir seu doce perfume amadeirado impregnado em minha roupa. Perdão por palavras enxutas e apressadas, mas o tempo corre e eu também tenho duvidas."
Na carta não havia destinatário e nem era necessário, todos sabiam a quem deveria ser entregue. O avião decolara e o rosto da garota loira se apoiara na poltrona, seus olhos se fecharam, o texto havia sido mandado. Ela apenas sonharia, enquanto sua boca murmurava algo como "Aonde está você agora? Além de aqui dentro de mim?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário